Foto: Anthony Posey

O interessante artigo Patterns of Youth Cigarette Experimentation and Onset of Habitual Smoking dos doutores Abigail S. Friedman, John Buckell e Jody L. Sindelar, do Department of Health Policy and Management, Yale School of Public Health, de New Haven, Connecticut, publicado no último dia 17, entre outros aspectos, nos demonstra que é absolutamente preocupante que as autoridades venham centrando esforços no combate ao vaping e deixando de lado o tabagismo.


“Padrões de Experimentação de Cigarros na Juventude e Início do Tabagismo Habitual”

INTRODUÇÃO:
Embora a pesquisa sugira que a experimentação de cigarros eletrônicos por jovens possa estar associada à experimentação posterior de cigarros combustíveis, não está claro como isso se relaciona com o hábito de fumar. Este estudo avalia como os padrões de experimentação de cigarros combustíveis e cigarros eletrônicos por menores de idade estão relacionados ao tabagismo habitual entre os 18 e 21 anos.

CONCLUSÕES:
Os menores que experimentaram cigarros combustíveis eram mais propensos a serem fumantes habituais, com idades entre 18 e 21 anos, do que aqueles que experimentaram apenas cigarros eletrônicos.

DOI: https://doi.org/10.1016/j.amepre.2019.02.009

Copyright © 2019 American Journal of Preventive Medicine. Published by Elsevier Inc.
Imagem destacada: Anthony Posey (Email: poseyal@aol.com / https://www.flickr.com/people/60053005@N00/)