O resultado de uma má regulamentação

Respostas antecipadas de jovens adultos consumidores duais de cigarros eletrônicos e cigarros combustíveis diante de hipotéticas restrições do mercado de cigarros eletrônicos

Os pesquisadores, Lauren Pacek, Maggie Sweitzer, Jason Oliver e Francis Joseph McClernon do Departamento de Psiquiatria e Ciências do Comportamento da Faculdade de Medicina da Universidade de Duke e Olga Rass do Escritório de Ciência, Centro de Produtos de Tabaco da FDA (U.S. Food and Drug Administration), apresentaram na revista médica Substance Use & Misuse uma pesquisa que analisou as intenções comportamentais de jovens adultos diante de uma fictícia conjuntura retrógrada e restritiva do mercado vaping.

Como resultado geral, as intenções relatadas pelos consumidores pesquisados indicaram uma tendência de redução do consumo de cigarros eletrônicos e o incremento do uso de cigarros combustíveis tradicionais. As restrições em relação a uma rigorosa regulação do teor de nicotina presente nos líquidos, as limitações de sabores e a redução da capacidade de customizar os dispositivos (sistemas fechados sobre os abertos) foram os itens que causaram um maior impacto e deixaram os indivíduos mais propensos a relatar intenções de reduzir o uso do vaping e aumentar o de cigarros convencionais.

Esse trabalho apresenta como resultado o que empiricamente a imensa maioria dos consumidores vaping não têm dúvida: um cenário de regulamentações desmedidas, restritivas e não proporcionais, simplesmente incentivaria o retorno de ex-fumantes ao tabagismo.


Lauren R. Pacek, Olga Rass, Maggie M. Sweitzer, Jason A. Oliver & F. Joseph McClernon (2019) Young adult dual combusted cigarette and e-cigarette users’ anticipated responses to hypothetical e-cigarette market restrictions, Substance Use & Misuse, DOI: 10.1080/10826084.2019.1626435

Publicado online em 15 de Julho de 2019
Artigo completo: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/10826084.2019.1626435