Nosso repúdio ao absoluto retrocesso representado pela Nova Política Nacional sobre Drogas decretada no dia de ontem, 11 de abril, pelo governo Bolsonaro, vergonhosamente apoiado pela Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP e pelo Conselho Federal de Medicina – CFM.

“Com o decreto, a Política sobre Drogas deixa de ser de redução de danos, passando a promover a Abstinência. Entre os principais objetivos, está a construção de uma sociedade protegida do uso de drogas lícitas e ilícitas.”

Além da imperatividade da abstinência, o novo modelo retoma o antigo modelo das internações, privilegiando as ‘comunidades terapêuticas’, em sua maioria de caráter religioso e baseadas no método de “trabalho e oração”. A nova política promoverá a iniciativa privada e deverá reduzir investimentos e o papel da rede pública de saúde.

Video: Plataforma Brasileira de Política de Drogas, por meio do Núcleo de Violência e Encarceramento. https://pbpd.org.br/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.